sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Uma semana sem mover o indicador!

Ainda nao completou uma semana, mas tá quase. Domingo passado, depois de umas cervejas, uns mojitos e uns porros tentei voltar pra casa de bicicleta e...nao deu outra: cataploft! Dos males, o menor: caí numa rua quase deserta, super tarde, machuquei dois dedos da mao esquerda (o indicador ficou mais gordo que eu) e o joelho direito. Agora já estou bem, mas segunda e terça foi meio punk. Menos mal que tive companhia essas noites para me fazer esquecer essas pequenas dores.

Falando na companhia (e claro que estou falando de Joselito), dia 10 de novembro fomos ao registro para a suposta entrevista com o pessoal da extrangeria mas nao rolou nada. Nada mesmo. Nos sentamos a uma mesa com uma senhora que trabalha lá, e a única pergunta que ela nos fez foi se íamos casar de livre e espontânea vontade. Depois do nosso "sim", tivemos que assinar uns papéis e pronto. Depois entrou nossa testemunha, o Marcos, sozinho. Nao demorou nem 3 minutos e saiu. Disse que a senhora lhe perguntou se nos conhecia e se éramos pareja. Diante do sim, também lhe deu umas folhas para assinar e pronto. Daí fomos a tomar umas cervejas, almoçar e aproveitar a tarde com Marcos. Que eu estou super feliz com tudo nao preciso repetir, mas ver que o Joselito também tá cada vez mais empolgado e cheio de orgulho quando conta pra alguém que vamos nos casar me enche mais ainda de felicidade. Ai, o amor...

Queríamos casar perto do Natal, pra já passar a festa com os pais dele lá na ilha mas houve uma boa notícia essa semana: os trixistas vao poder trabalhar em dezembro (coisa que nao tava assegurada) e assim sendo, das duas uma: ou conseguimos escapar antes do dia 15 (que é quando ele começa a trabalhar de fato) ou entao só mesmo em janeiro. A mudança de planos nem me afetou muito. No final vai ser bom pra mim também passar o Natal aqui. O chefe me paga o dobro (60€ por 3 horas de trabalho), o Joselito vai poder juntar mais algum dimdim pra poder buscar nosso cafofo e os pais dele também gostam de vir pra Barna nessa época. Todos felizes e contentes agora só falta a ligaçao do juíz de lá para confirmar a tao desejada data.

O curso de catalao continua legal, dia 10 termina. O de teatro nao sei, fui um dia, curti, mas já na outra semana nao tive vontade e hoje menos ainda. Provavelmente nao voltarei (bem coisa de ariano, começar uma coisa e nao terminar), mas vou avisar o Putxa, que é o organizador e professor da parada toda (fora ser um grande amigo). As coisas em casa também andam bem. A chegada da Silvia fez o ritmo da casa mudar. Na verdade a chegada do pequeno Silban. Temos uma amizade bacana e isso também me aproximou mais do Carmelo. Claro que isso nao muda o fato de que eu gostaria de me mudar logo, mas pelo menos me deixa mais tranquila para aguentar a reta final.

Também essa semana baixou em Barcelona a Isa. É engraçado porque a gente se fala pela net às vezes mas nunca nos havíamos conhecido pessoalmente. Entramos em contato pelo Marcelinho, meu suuuper amigo do Santo Grao, da época em que éramos garçons. Ela veio pra ficar uma semana (o plano inicial era dela ficar aqui em casa mas nao rolou por problemas internos) e nos encontramos na terça. Tomamos uma breja, demos um rolê, conversamos um pouco com idéia de voltar a se encontrar na quinta. Só esqueci de avisá-la de quarta-feira é meu dia off. Tiro esse dia para ficar com Joselito e nao pensar em mais nada. Total: por ficar sem bateria no celular e ter que ir cheirar outras paradas no laboratório nao consegui nem me despedir dela. Espero poder reencontrá-la em outro momento, mais tranquilo. De preferência com a companhia do Ma em Londres.

E no mais a vida segue...eu com os flyers, a bicicleta, todas as cervejas, os porros, meu docinho lindo e o frio que tá aumentando...E DOMINGO TEM BARÇA X REAL MADRID!!! Imperdível!!!

Um comentário:

Zari disse...

Vc e seus tombos de bici. Talvez seja ciúmes da falecida Isolda!
Saudade wapa!
Um dia desses, estava eu me despedindo de BCN!
besitosssss